Blog que trata dos livros, da leitura, da música e da reflexão política e social.

quarta-feira, fevereiro 03, 2010

O cavalete da Silent Guitar







Esta vai para os meus leitores que repetidamente têm procurado por temas de guitarra.
O cavalete (a quem muitos chamam “pestana de cima”) da Silent Guitar vem de origem demasiado alto para o meu gosto; é perfeitamente possível colocar um cavalete mais baixo, mantendo a viola a qualidade do som.
Para isso sugiro o seguinte:
Compre sempre 2 cavaletes de osso para cada experiência que quiser fazer (em Lisboa são baratos, creio que no Brasil também).
Na figura acima está um cavalete de osso – os óculos estão lá apenas para dar uma ideia do tamanho da peça.
Coloque um dos cavaletes num torno e com uma lima de boa qualidade (ou, para os mais tecnológicos, com uma broca ligada a uma máquina eléctrica tipo Black & Decker) desbaste uma das partes do cavalete até lhe parecer aceitável – é essencial desbastar a peça em linha recta sem altos e baixos.
Coloque a peça na viola, afine-a com cordas em bom estado – se o som mantiver a qualidade, está tudo bem; pode continuar a descer a pestana desbastando um pouco mais, aos poucos.
É um pouco entediante, mas vai ter que experimentar na viola afinada o cavalete por cada desbaste que lhe fizer.
Quanto mais baixo estiver o cavalete, melhor – desde que, evidentemente o som tenha qualidade.
Há-de haver um desbaste em que a coisa foi demais – e o som começa a dar o que nós chamamos de “lata”.
Bom, aí, sursum corda, meu amigo: estragou a primeira pestana ou cavalete, mas agora sabe exactamente até onde é que pode desbastar o segundo cavalete.
Não esqueça: o desbaste tem que ser muito uniforme, em linha recta – se tiver altos e baixos, isso sentir-se-á muito no som amplificado.
Proceda a esse desbaste com firmeza, alegria e... cautela: já está !
Transformou a sua Silent num instrumento topo da gama que dá gosto tocar, com uma escala super-amigável, que lhe proporcionará momentos de alta qualidade musical.








eXTReMe Tracker