Blog que trata dos livros, da leitura, da música e da reflexão política e social.

segunda-feira, dezembro 24, 2007

Um estúdio de banzar

À hora marcada lá estava.

O meu amigo chegou segundos depois e entrámos no estúdio.
Nunca tinha visto uma coisa assim !
O estúdio é composto por três salas de gravação, e mais uma sala só para “maquettes”, para além das outras de que já falarei.
A maior das salas de gravação tem capacidade aí para uns 10 a 15 músicos tocarem ao mesmo tempo sem se acotovelarem – é enorme.
O recinto completo do estúdio é uma imensa caixa de surpresas.
A seguir à terceira sala de gravação, dei com uma série de salas, algumas bem grandes, que são salas de lazer para os músicos descansarem.
Nessas salas estavam espalhadas violas por todo o lado – violas de todos os tipos para todos os gostos – acústicas, eléctricas, electro-acústicas, de cordas de nylon e de cordas de aço – Gibsons, Guilds, Fenders Tele e Stratocaster e diversíssimas outras marcas dos mais variados modelos.
Ao todo seriam aí umas 30 a 40 violas, talvez mais, não me dei ao trabalho de as contar.
Senti que podia mergulhar naquele estúdio e “nadar” durante meses seguidos sem vir à tona (ou melhor, como o outro da anedota que caiu num barril de cerveja – só vinha à tona para pedir tremoços).
Um sonho feito realidade.
A mesa de mistura da sala principal era maior que uma mesa de pingue-pongue e, claro, tinha os registos mais esquisitos e mais improváveis que é possível imaginar.
Para aquilo funcionar deve ser necessária uma equipa completa de engenheiros e técnicos de som – nem perguntei, para não fazer figura de ignorante.
Um dia perco a timidez e pergunto ao meu amigo o que é que será preciso para ir fazer uma sessão de gravação naquelas super-hiper-instalações.

terça-feira, dezembro 11, 2007

Três violas


A da esquerda é uma Gibson SG Special "bacalhau" que mandei restaurar há uns tempos.
A do meio é uma Ibañez das antigas, tipo folk, caixa grande e cordas de aço.
A da direita é uma Ovation clássica de cordas de nylon.
Qualquer delas está com um som fantástico.
Gravar em estúdio com estas violas fazendo trabalhos sobrepostos dá um resultado excelente.

eXTReMe Tracker